moscas_volante

Moscas volantes, o que é ?

Algumas pessoas podem apresentar ao longa da vida uma aparência de mancha na visão conhecidas como moscas volantes. Isso é mais comum em olhos míopes com o comprimento do olho alongado, após um processo inflamatório intraocular e também ocorre no processo de envelhecimento.

Essas “moscas volantes” podem ter diversas aparências tais como: pequenos pontos, círculos, linhas e até mesmo formato de teias de aranha. Elas se tornam mais perceptíveis em locais com muita claridade especialmente um céu azul e também em paredes brancas.

Ao longo do tempo nosso gel intraocular vai se tornando mais liquefeito e também pode formar algumas condensações (grumos) que são aglomerados de gel ou de células. O gel pode separar da parte mais posterior do olho (retina) e ocorrer um descolamento de vítreo posterior. Essas manchas (moscas volantes) geralmente tornam-se mais perceptíveis nessa ocasião.

Portanto, apesar de parecer que estão na frente dos seus olhos, eles estão flutuando dentro do olho, no vítreo (gel dentro do olho). O que você vê, na verdade, é a sombra desses aglomerados projetados na sua retina (camada que detecta a luz e envia sinais para o cérebro para que possa enxergar).

A percepção das moscas volantes podem ser contínua ou normalmente podem gradualmente diminuir ao longo do tempo devido a neuroadaptação, ou seja, a pessoa se acostuma. Além disso, também podem vir associado com sintomas de “flash de luz” em até 50% dos casos.

Não há tratamento medicamentoso para isso. Geralmente um exame de mapeamento de retina é solicitado para minuciosa avaliação e um acompanhamento mais precoce pode ser solicitado.

A maioria das moscas volantes e flashes são comuns e não trazem riscos à visão. Porém, é importante observar alguns sintomas em que o oftalmologista prontamente deve ser procurado tais como:

  • paciente observa várias novas moscas volantes;
  • há vários flashes de luz; uma sombra grande aparece na visão;
  • uma aparência de cortina acinzentada cobre uma parte da visão.Tudo isso pode ser sinais de que haja algumas complicações associadas como hemorragia vítrea (sangramento), e/ou descolamento de retina portanto, o tratamento com laser ou cirurgia pode ser indicado nesses casos.

Dr. Aristófanes Canamary Jr.

Compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email